Nosso trabalho é ajudar nossos clientes a descobrir onde eles se encaixam nisso tudo.

Empresas inteiras estão sendo destruídas, pessoas se deparando com obstáculos que simplesmente não poderiam ter previsto. Isso deixa todos vulneráveis ​​a seus problemas de negócios.

Os problemas de negócios dos clientes geralmente são maiores do que o que a publicidade pode consertar. Acho que a parte otimista disso é que, quanto mais tempo o cenário atual durar/se prolongar, mais a preferência com relação a algumas marcas será varrida da mente das pessoas. Essa marca específica de pasta de dente vai me importar menos do que apenas pasta de dente. Penso que quando as pessoas começarem a sair novamente, será o momento das marcas se reafirmarem,  se reapresentarem, reafirmando porque deveriam ser uma preferência.

Estou me apegando a isso agora. O caos me fez crescer!

Tínhamos no horizonte uma visão, uma projeção, de três anos do que estaria por vir, e algumas dessas previsões realmente aceleraram, se anteciparam. Antes era algo que poderíamos adicionar, um diferencial, agora é uma necessidade, o novo essencial. Pegue algo como marketing de conversação – qualquer coisa relacionada com chatbots de voz ou IA. Esse tipo de contato aumentou consideravelmente neste período, as empresas tiveram que confiar em seus serviços virtuais muito mais do que antes.

Valores e comportamento são muito mais importantes no momento.  Vamos ver algumas tendências surgindo, do reconhecimento do consumidor e o seu novo momento de escolher, o novo essencial. Esse é o caos que traz novas oportunidades. É um bom recomeço.