Grande Energia

Quase Slogan, uma identificação. Assim o grande energia surgiu como integrador, partner, com energia para resolver, solucionar e desenvolver, e muita energia para confraternizar, colaborar com o colega e o mercado digital. Não é mais que uma forma de aproximar todas as partes envolvidas na construção de um projeto. Valorizando o menor dos esforços de um profissional como todo o esforço de uma equipe orientado ao resultado.

Grande energia!


Respingo Digital

Veja bem! Dizem meus amigos.
Swiss partnership! Dizem outros.

Nos últimos anos o mercado se mostra bastante acessível, aberto sempre a novos profissionais oque é de extrema importância, e como forma de reciclagem é uma maneira de separar melhores dos bons. Criativos digitais estão surgindo com uma força muito boa, já invertendo os papeis na construção de uma marca, de uma campanha, de uma estratégia.
A internet é a conversão das mídias, sim, já é "antigo" o termo convencional. Nada é convencional no ambiente digital. A sinergia e energia criada, a sede de novidade, velocidade que soluções estão surgindo, nem entramos direito na web 2.0 e a mobilidade já atropelou  ( internet 3.0 ). Quem achou que era só um respingo, uma febre, algo passageiro, esta muito enganado. Talvez passe tão rápido que o atropelo nem seja dos piores. Nem vão sentir! Foi-se. Mas o clima digital é o presente. Mudança na economia, mudança em organização corporativa, novos profissionais surgindo, e novas demandas emergentes do ambiente digital. Posicionamento! Só o ínicio da jornada.

"Internet foi o meio com maior índice de crescimento ( 44,2% ), e sua fatia no bolo está praticamente empatada com a TV por assinatura" M&M - mar/2009


Viver o futuro

Interfaces estão assumindo o papel de sistemas operacionais, permitindo aplicações cada vez mais complexas ( claro que o back-end é importante ) e fornecendo ao usuário, uma forma de interação cada vez mais completa e individual de soluções. Falei individual? Sim, pois é conteúdo e "ferramentas" personalizadas.

Games ( agora chegando a um patamar próximo a consoles )
Ferramentas ( Google, Office, Adobe, milhares de outros serviços )
Armazenamento ( milhares )
Conexão e Redes Sociais ( ninguém é de ninguém )
Voz ( já com controle e reconhecimento, custo baixo )
Vídeo ( já com recursos com busca indexada e integrada a um custo muito reduzido )

Já vi algumas vezes falarem de interfaces de bolso ( ocuparia o papel do celular, tv, etc... )

E tive uma pequena visão do futuro, pessoas cada vez mais virtualizadas, separadas em um mesmo ambiente ( vejo isso em nosso escritório hoje), e percebo que estamos cada vez mais dependentes disso.
Qual é o resultado daqui 10 anos? ou mesmo 5 anos? novas gerações que com 5 anos já estão mais adeptas de recursos digitais.  2009 é um marco para o canal "Internet", o que mais converge?

Lembro que desde meu MSX - minha fase ( micreira ) foi de monitor CGA VGA SVGA - variados tipos de computadores de um Telejogo da Philco-Ford ( 1976 ) (http://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/thumb/5/52/Telejogo.jpg/800px-Telejogo.jpg ) XT, 286, 386, 486, etc... sistemas operacionais. Todos tipos de mídias, disquete, cartão, disco cobra de 128 kb. Lembro que trocava disquetes com colegas e amigos. Alterava as configurações do EMM386.EXE. BBS? participei, MANDIC, ALLmigos, Amiga... era bizarro. Meu US Robotics Sportster era uma maravilha 14.400.

Foi bom ter "passado" por isso, hoje um N95, Iphone, UMPC, BlackBerry, ou qualquer celular, já é viver no futuro.